» mais
Gabriel Novis Neves
1bc7aa101267a8883474d6f60e3ebe22
Sexta, 30 de maio de 2014, 07h49

Alvo errado

O prefeito Mauro Mendes afirmou em entrevista que “mandado de busca e apreensão foi pedido contra Maggi, segundo publicou com destaque o Jornal A Gazeta, mas Ministro do STF não deferiu”.

Pelo contrário, mandou invadir a sua residência e gabinete no Palácio Alencastro (seu local de trabalho), talvez achando que pudesse encontrar documentos do seu “grande amigo”.
Prenderam o presidente da Assembleia Legislativa, vasculharam sua residência, algemaram-no e o levaram para Brasília.

Lá ficou preso durante três dias, e o mesmo Ministro que o prendeu, o soltou, sem nada perguntar. Ou errou ao prender ou releu o processo e viu que estava diante de um inocente.

Propiciou com esse seu gesto estabanado ao político mais influente deste Estado, uma recepção de estadista na madrugada fria quando do seu retorno à capital. O aeroporto estava lotado de autoridades e admiradores.
Alguma coisa está acontecendo com o jovem ex-advogado do Partido dos Trabalhadores (PT), falou Mauro Mendes.

Faltou sugerir um exame de sanidade mental do agora Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) para esclarecer o diagnóstico das ruas.
O experiente professor de história da nossa UFMT e articulista político Alfredo Menezes, disse em sua coluna que o senador da soja esteve por um triz para ter seu escritório empresarial e casa vasculhados pela Polícia Federal.

Foi salvo pelo ex-advogado do PT no STF, afirmam especialistas e juristas.
Aonde chegaremos com mais operações a caminho? Não sabemos.

O estrago causado ao nosso Estado, campeão nacional em exportações de grãos e carne, enchendo os cofres públicos de Brasília com dólares e elevando o nosso Produto Interno Bruto (PIB), foi incalculável.

Nada irá nos ressarcir desses desmandos administrativos, éticos e jurídicos cometidos pelas nossas autoridades contra o nosso povo ordeiro e trabalhador.

Não é por acaso que “líderes” estão abandonando a vida política com o seu futuro e o das suas gerações resolvidas.
E a justiça? Continua acima do bem e do mal atingindo alvos errados e nada lhes acontecendo?
Triste nação do samba, futebol e impunidade!  

Gabriel Novis Neves é mèdico em Cuiabá e ex-reitor da UFMT
MAIS COLUNAS DE: Gabriel Novis Neves

» ver todas

Busca



Enquete

A onda 'não eleja parentes' pode afetar Emanuelzinho Pinheiro?

Afeta pois o pai Emanuel tem várias denúncias por corrupção
Não afeta e segue separado dos problemas do pai
Tanto faz, o povo não não leva a sério o voto.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114