Artigos

Consciência negra e a realidade dos negros do Brasil
Arilson da Silva
Taxa de parto
Gabriel Novis Neves
O peru natalino
Américo Corrêa
Lição das urnas
Rodrigo Vargas
Mujica e os brasileiros
Fabio Carvalho
» mais
Luiz Gonzaga Bertelli
1d67c7fcc4fc9af43b355fb1c71720ac
Terça, 15 de março de 2011, 16h08

Roupa certa para a ocasião

Uma das dúvidas mais frequentes dos jovens que estão prestes a começar um estágio é: qual o melhor traje para o primeiro dia de atividade na empresa ou órgãos público que o contratou. Sem querer complicar, mas a esta questão há tantas respostas quanto são variadas os tipos de organizações que movimentam a economia nacional.

Uma agência de publicidade, por exemplo, é mais flexível, liberando até mesmo brincos e piercings para os rapazes, mas uma banca de advogados pede mais sobriedade, não raramente exigindo até mesmo o traje completo com terno e gravata. Algumas áreas, como a engenharia, ficam no meio termo – os profissionais podem usar jeans combinados com camisa esporte. A dica mais importante é contar com o setor de recursos humanos, geralmente a primeira parada do recém-contratado, antes mesmo de iniciar o estágio, para acabar com a dúvida.

Vale atentar que a escolha da roupa deve ser uma preocupação antes mesmo da contratação. É comum os recrutadores levarem em conta o estilo do candidato à vaga durante o processo seletivo. Por isso, para evitar uma desclassificação precoce, independentemente da vaga pretendida, é recomendável privilegiar roupas mais sérias, evitando bonés e tatuagens aparentes. Para as moças, a dica são roupas discretas, pouco decotadas e saia na altura dos joelhos, bem como maquiagem leve e adereços delicados.

Como se vê, as roupas dizem muito do perfil do jovem, por isso devem ser escolhidas sabiamente. Isso também não quer dizer que os jovens, devidamente bem vestidos para a entrevista, podem descuidar da apresentação pessoal. Os cabelos devem estar bem penteados, unhas cortadas e, no caso dos rapazes, barba bem feita. A aprovação nos processos seletivos pode estar nos pequenos detalhes.

Luiz Gonzaga Bertelli é presidente executivo do Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), e diretor da Fiesp
MAIS COLUNAS DE: Luiz Gonzaga Bertelli

» ver todas

Busca



Enquete

Sem a vitrine da Copa como você vê a administração Mauro Mendes em Cuiabá

Ótima
Razoável
Deficitária
Um caos
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114