Artigos

Triste traste
Fernando Parracho
Injustiças na aposentadoria
Ruy Martins Altenfelder Silva
Ares da Arena
Francisco Faiad
Julier e o sal de bário
Jorge Maciel
Armazém dos Amigos de Cuiabá
Enildes Corrêa
» mais
Comentar           Imprimir
Política
Sábado, 21 de julho de 2012, 06h58

União entre poderes possibilitou avanços para Mato Grosso, avalia líder do Governo


A harmonia e sincronia entre os Poderes Legislativo e Executivo viabilizaram avanços e desenvolvimento social e econômico para a população de Mato Grosso no primeiro semestre de 2012, conforme avaliação do vice-presidente e líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado Romoaldo Júnior (PMDB). Para Romoaldo, esse entendimento também possibilitou ao Governo dar outros passos significativos nesses seis meses - “principalmente quando sentou com os servidores estaduais e aprovou o aumento e reposição salarial de todas as categorias”.

Outros destaques da gestão Silval Barbosa nesse semestre, segundo o líder do Governo, foram: a renegociação da dívida do Estado com a União, com objetivo efetivo de amortizar a dívida pública; o andamento das obras da Copa do Mundo de 2014, e consequentemente a implantação do Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá. E na sessão do dia 20 de junho, os deputados deram aval ao Governo a fazer empréstimo de R$ 1,5 bilhão no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), via Banco do Brasil, para o Programa MT Integrado, que prevê a interligação asfáltica de 44 municípios do Estado.

Direitos garantidos por lei – O deputado Romoaldo Júnior conseguiu a aprovação da Lei Complementar 465/2012, que garante atenção integral aos dependentes de álcool, drogas e as pessoas com transtorno mental – em todas as faixas etárias e residentes em Mato Grosso. A lei está alicerçada nos princípios constitucionais do Sistema único de Saúde (SUS) e na Política Nacional de Saúde Mental – conforme a Lei Federal n 10. 216, de 06 de abril de 2001.

No texto da nova lei, consta atenção integral aos usuários de saúde mental – públicos, privados ou conveniados – e que seja realizada de modo a assegurar os seus direitos de cidadão. Com isso, será disponibilizado, por exemplo, tratamento humanitário e respeitoso, sem qualquer discriminação; proteção contra qualquer forma de exploração e abuso; espaço próprio, necessário a sua liberdade e individualidade, com oferta de recursos terapêuticos e assistenciais.

Jornalismo em Alta Floresta – Após formalizar pedido e indicar recursos – via emendas parlamentares no valor de R$ 1.300 milhão – Romoaldo conseguiu, junto à Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), implantar o curso de Comunicação Social – habilitação em Jornalismo, em Alta Floresta. No início de junho, o Conselho Superior Universitário da instituição aprovou a oferta do curso no município, com vestibular especial previsto para o mês de agosto deste ano.

Resgate histórico – Recentemente, a Assembleia Legislativa conseguiu resgatar 115 anos de história da Polícia Militar de Mato Grosso, com a aprovação do Projeto de Lei 749, também de autoria do deputado Romoaldo Júnior, que corrige, altera e reconhece a data de fundação da corporação. De acordo com a propositura - pautada por inúmeras pesquisas históricas e científicas, a data oficial passa a ser seis de novembro de 1720, em substituição a cinco de setembro de 1835.  


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Os trilhos do VLT no elevado da UFMT servem pra quê?

Enganar os gringos?
Achar que todos são idiotas?
Burrice do marketeiro?
Silval pirou o cabeção!
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114