Artigos

Operação Carne Fraca: consequências
José Otávio Menten
Sabendo por edital
Gisela Simona Viana de Souza
Dia Mundial do Rim
Paiva Neto
Perfil do emprego em Mato Grosso
Maurício Munhoz Ferraz
Doença do beijo
Ernani Caporossi
» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Quarta, 08 de agosto de 2012, 13h44

Riva critica suspensão para construção do VLT


O presidente da Assembleia Legislativa, José Riva (PSD), criticou a decisão da Justiça Federal em suspender nesta terça-feira (7), o contrato para construção do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) em Cuiabá e Várzea Grande.

De acordo com Riva, a obra é importante para o Estado e a suspensão resulta em inúmeros prejuízos à população. “Temos que respeitar a decisão judicial, mas o Governo do Estado deve ir até as últimas consequências para que o VLT seja construído. Este modelo de transporte é para atender Cuiabá e Várzea Grande e muitos querem que as obras não saiam do papel. Esta decisão é absurda e existe uma visão caolha de quem afirma que as cidades não comportam obras deste porte. Não queremos criticar a Justiça, mas pedimos bom senso nas decisões”, afirmou.

Um dos argumentos dos Ministérios Públicos Federal e Estadual (MPF e MPE) é de que a obra do VLT não será concluída até a realização dos jogos da Copa do Mundo de 2014 em Cuiabá. Riva rebateu dizendo que enquanto houver suspensões, as obras atrasam ainda mais.

“Cuiabá comporta esta obra. A população necessita de melhores condições de transporte e a hora de implantar um modal moderno é agora, onde investimentos estão sendo feitos para a Copa. A cidade será beneficiada com o VLT, que ficará como legado para a população. Não estamos preocupados apenas com o evento futebolístico e sim com os benefícios para sociedade, por isso é equivocado o argumento de que a obra não ficará pronta. Quem critica com certeza não anda de ônibus”, argumentou.

Ainda sobre a determinação da suspensão feita pelo juiz substituto Marllon Souza, da 1ª Vara Federal, o presidente da Assembleia Legislativa ressaltou que quem aplaude a decisão desconhece o impacto que irá causar para Mato Grosso. “Decisão como essa paralisa todas as obras, existem inúmeros instrumentos para acompanhar e fiscalizar a obra, sem suspendê-la. O Governo tem disponibilizado informações por meio dos seus órgãos de controle. Vejo com preocupação esta determinação, é um exagero”.

Durante a sessão noturna de terça-feira, Riva utilizou o Plenário para criticar a decisão e recebeu apoio dos demais parlamentares. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O que esperar do governo Pedro Taques em 2017

Vai sobreviver
Não vai sobreviver
Retomará a condução política
Segue o mandato indiferente
Não é problema meu
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114