Artigos

Itsiwaihu, Maldonado...
Flávio Ferreira
61ª - A sentença daquilo que se plantô
Alessandra Rosa Da Silva Carvalho
Cassinos, impostos, família...
Alberto Romeu Pereira
Vinte e dois, querido?
Marcos Bidoia
Em defesa dos aposentados
Marcos Lemos
» mais
Comentar           Imprimir
Justiça/Segurança
Quarta, 11 de julho de 2012, 13h54

Nova desembargadora fala sobre suas expectativas


Momentos antes de tomar posse na vaga de desembargadora do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Marilsen Andrade Addario falou com a imprensa sobre a expectativa em ocupar efetivamente uma cadeira na Segunda Instância do Poder Judiciário do Estado e ressaltou o destaque das mulheres em cargos mais elevados. A coletiva foi realizada nesta manhã (11 de julho), no Plenário 1 do TJMT, onde também foi realizada a solenidade de posse.

Marilsen Andrade Addario é a quinta mulher a assumir uma vaga de desembargadora no TJMT, sendo que quatro continuam em atividade, e acredita que o lado da sensibilidade feminina continuará contribuindo nos julgamentos de recursos. Como atuou sete anos como juíza substituta de Segundo Grau, a magistrada acredita que não terá dificuldade em desempenhar o papel.

“Estou feliz em assumir um assento definitivo e poder atuar em uma câmara específica com mais dedicação. Sinto-me mais segura em poder focar meu trabalho em uma câmara. Estou feliz e ao mesmo tempo sinto o peso de toda essa responsabilidade que me foi confiada”, enfatizou Marilsen ao final da coletiva.

Marilsen Andrade Addario obteve nota geral de 89,57 durante o processo de eleição ocorrido na segunda-feira (9 de julho) para ocupar vaga aberta com a aposentadoria do desembargador Teomar de Oliveira Correia. Desde 2005 ela atua no Tribunal de Justiça como juíza substituta de Segundo Grau em câmaras criminais e cíveis de Direito Público e Privado. 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Cuiabá e VG comportam economicamente tantos shopping's?

Sim, porque atraem clientes.
Não e haverá risco de estagnação.
Poderá haver quebradeira no setor
Haverá público, mas não consumo.
Agregando atrativos (faculdade, hotéis) compensará.
Vamos ver daqui 3 anos.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114