» mais
Comentar           Imprimir
Esporte
Quinta, 31 de maio de 2018, 14h34

Copa dos Refugiados começa no sábado em Porto Alegre com a participação de 120 jogadores


O maior projeto de integração esportiva que envolve refugiados e migrantes terá início em Porto Alegre (RS) neste fim de semana. A chamada Copa dos Refugiados de Futebol envolve a participação de 120 jogadores amadores que representarão seus respectivos países de origem: Angola, Colômbia, Guiné Bissau, Haiti, Líbano, Peru, Senegal e Venezuela.

No sábado (2), a primeira etapa da disputa será no Estádio Passo D’Areia do Esporte Clube São José, a partir das 9h. As semifinais e a grande final do torneio serão realizadas no Estádio Beira Rio, do Sport Club Internacional, no domingo (3), às 13h. Além dos jogos, está programada uma ação de empregabilidade com cadastramento de currículos de refugiados, que posteriormente serão encaminhados para empresas da indústria, do comércio e de serviços do Rio Grande do Sul.

O vencedor da etapa de Porto Alegre disputará a chamada Copa do Brasil de Refugiados, um quadrangular que envolverá também os vencedores do torneio regional que será realizado em São Paulo (no mês de julho) e no Rio de Janeiro (agosto), assim como um time misto composto por refugiados de diferentes nacionalidades.

A etapa de Porto Alegre da Copa dos Refugiados já está em seu segundo ano e é realizada pela ONG África do Coração, em parceria com a Ponto Agência de Inovação Social.

São apoiadores do projeto Agência da ONU para Refugiados (ACNUR), Prefeitura de Porto Alegre (por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Esporte), Associação Antônio Vieira (ASAV), Sport Club Internacional, gestora do estádio B.RIO, Esporte Clube São José, Federação Gaúcha de Futebol, Associação Buriti de Arte, Cultura e Esporte (ABACE), Beat Conteúdo e Relacionamento, Agência Matriz, Fuerza Studio, Uniritter e Sociedade Libanesa.

A patrocinadora oficial da etapa de Porto Alegre da Copa do Brasil de Refugiados é a marca de arroz SunRice.

Para assistir aos jogos em Porto Alegre, será cobrado ingresso único no valor de 10 reais. Os recursos arrecadados serão destinados ao projeto Tunipiquês – ação social que promoverá cursos gratuitos sobre linguagem e cultura brasileira aos refugiados e migrantes, visando facilitar a inserção dessa população na sociedade brasileira e no mercado de trabalho. A expectativa é de que o público presente nos jogos supere os números do ano passado, ultrapassando 3 mil pessoas.


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

O futuro político de Pedro Taques será:

Candidato a prefeito de Cuiabá em 2020
Voltar a operar na área de Direito
Não me interessa, problema dele.
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114