Artigos

Resiliência
Gabriel Novis Neves
Parabéns meus homens
Marcos Bidoia
SEMA! Descentralizar para preservar II!
Romildo Gonçalves
Parabéns, advogado(a) candidato(a)!
Leonardo Pio da Silva Campos
Falando de vitórias, ou ...
Marcos Bidoia
» mais
Comentar           Imprimir
Esporte
Sexta, 06 de julho de 2012, 19h49

Murray quebra tabu e é primeiro britânico na decisão de Wimbledon desde 1938


 

Andy Murray derrotou Jo-Wilfried Tsonga e fez história no Torneio de Wimbledon. Ao vencer o francês por 3 sets a 1, com parciais de 6/3, 6/4, 3/6 e 7/5, o quarto colocado no ranking mundial se tornou o primeiro britânico a alcançar a final do Grand Slam desde 1938. Seu rival será o suíço Roger Federer.

"É um pouco de alívio, excitação. É difícil de explicar", disse Murray, sobre o sentimento que sentiu após o término da partida.Há 74 anos, quando o tênis ainda era um esporte amador, Bunny Austin foi o representante do Reino Unido na decisão. Na época, ele perdeu para o norte-americano Don Budge. O último troféu britânico em Londres foi conquistado por Fred Perry, em 1936.

"(A final) será uma das maiores partidas da minha vida. Fiz grandes jogos contra Roger antes e preciso usar isso em meu benefício, aprender a partir delas", disse o britânico a respeito de seu adversário na decisão do Grand Slam.

Para chegar à final inédita, Murray precisou desbancar um tabu próprio: não ser derrotado novamente na semifinal. O atleta parou nesta fase nas últimas três edições de Wimbledon – perdeu uma vez para o americano Andy Roddick e duas para o espanhol Rafael Nadal.

É um pouco de alívio, excitação. É difícil de explicar. Será uma das maiores partidas da minha vida

Andy Murray, finalista em Wimbledon
Os erros de Tsonga foram a chave da vitória de Murray. Jogando no melhor estilo franco-atirador, o francês acertou 11 aces e 47 winners, mas cometeu 42 erros não forçados. O britânico, por sua vez, se mostrou mais uma vez consistente e errou pouco (12).

Foi a sexta vez que Murray enfrentou Tsonga e o francês se consolidou como freguês do rival. São vitórias do britânico contra apenas uma derrota, em 2008. Contra Federer, Murray também leva vantagem, mesmo que pequena: 8 a 7.

 

http://esporte.uol.com.br/tenis/ultimas-noticias/2012/07/06/murray-quebra-tabu-e-e-primeiro-britanico-na-decisao-de-wimbledon-desde-1938.htm 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Quantos prefeitos-em chefe existem em Primavera do Leste?

Dois
Três
Cinco
É intriga dos adversários
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114