Artigos

Resiliência
Gabriel Novis Neves
Parabéns meus homens
Marcos Bidoia
SEMA! Descentralizar para preservar II!
Romildo Gonçalves
Parabéns, advogado(a) candidato(a)!
Leonardo Pio da Silva Campos
Falando de vitórias, ou ...
Marcos Bidoia
» mais
Comentar           Imprimir
Agronegócio
Quarta, 15 de agosto de 2012, 09h42

Programa prepara filhos para assumir negócio rural dos pais


Aproveitando o mês de agosto, quando se comemora o Dia dos Pais, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) dá início ao Programa Sucessão Familiar, que tem por objetivo capacitar pais e filhos para que haja, quando necessário, a substituição da administração da propriedade rural da forma mais harmônica possível, garantindo tranquilidade na continuidade do negócio tanto para os proprietários quanto para os trabalhadores. "A propriedade rural é uma empresa, que tem administração, empregador e empregados. Essa capacitação irá informar duas gerações de famílias sobre modelos de gestão capazes de reduzir futuros conflitos", explica o presidente do Conselho Administrativo do Senar-MT e da Federação da Agricultura e pecuária de Mato Grosso (Famato), Rui Prado.

Segundo Prado, a longevidade das empresas rurais depende muito da preparação do sucessor que irá assumir a gestão. "Observa-se que em muitos casos a nova geração deixa o campo em busca de novas oportunidades em zonas urbanas, abandonando a propriedade", cita. "Em um estado como Mato Grosso, que é considerado o celeiro do mundo, a zona rural tem uma importância imensa e a continuidade dessa empresa rural precisa ser pensada para não termos problemas no futuro", destaca. "Esse inclusive foi um dos desafios apontados pelo ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli, durante o Ciclo de Palestras da Famato e Senar-MT realizado em Juara", lembra.

O programa, idealizado pela Famato, é composto por seis módulos e todas as aulas irão ocorrer na sede do Senar, em Cuiabá, tendo início no dia 24 de agosto. A turma é formada por 30 pessoas que representam 15 propriedades rurais, sendo duas de cada empresa rural, pai e filho, mãe e filho e até avô e neto. A formação de turmas está a cargo da Federação e o conteúdo será ministrado por professores da Universidade de São Paulo (USP).

No primeiro módulo a professora Josenice Blumenthal abordará em 12 horas o tema "A Família Empresária – Desafios da Sucessão", tratando do Processo Sucessório, Mediação de conflitos, Preparo dos herdeiros, Liderança, entre outros. O segundo módulo "Governança da Empresa Familiar: Desafios da Estrutura Societária e Gestão do Negócio", também de 12 horas, será ministrado pelos professores Luiz Marcatti e Cláudio Antonio Pinheiro Machado Filho, dentre os assuntos abordarão: A importância da governança para as empresas do agronegócio, Princípios de governança, Implementação da governança em empresas familiares, e Acordo de sócios e profissionalização da gestão: processos decisórios. "Desafio da Gestão Financeira em Empresas Familiares" será o foco do terceiro encontro, ministrado pelo Uriel Rotta (USP). Em 12 horas os participantes poderão ver temas como Análise de investimentos, Estratégias de diversificação: oportunidades e riscos, Alternativas de financiamento, entre outros.

Dando continuidade ao programa, os professores Tiago Fischer e Silvia Caleman irão tratar no quarto módulo da "Estratégia em Empresas Familiares", por meio dos temas: A importância do planejamento para as empresas rurais, Análise do ambiente externo: ameaças/oportunidades, Ambiente interno: pontos fortes/fracos e Ferramentas práticas de Gestão Estratégica. No quinto módulo o tema "Direito Societário na Empresa Familiar Rural", será ministrado pelo professor Gustavo Passareli em oito horas, com assuntos como o ambiente regulatório das empresas de capital aberto e fechado, o novo código civil e as implicações para as empresas do agronegócio, aspectos legais do processo sucessório, Direito da família: separação/divórcio/testamento e Lei de falências. No último encontro, ministrado pelo professor Ricardo Velloso, durante oito horas, a temática "Gestão Tributária e Contábil: Desafios da Empresa", será debatida por intermédio de pontos como planejamento tributário, Regimes contábeis, Gestão contábil da atividade agrícola, "Pejotação" da atividade rural - vantagens e desvantagens e o papel da controladoria.

O programa é sem custo para os participantes, tem 64 horas de carga horária e os critérios são ter mais de 18 anos e propriedade rural. Os interessados devem procurar a Famato pelo telefone 3928-4451 ou e-mail pollyana@famato.org.br.  


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Quantos prefeitos-em chefe existem em Primavera do Leste?

Dois
Três
Cinco
É intriga dos adversários
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114