» mais
Comentar           Imprimir
Agronegócio
Quarta, 15 de agosto de 2012, 09h42

Programa prepara filhos para assumir negócio rural dos pais


Aproveitando o mês de agosto, quando se comemora o Dia dos Pais, o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural de Mato Grosso (Senar-MT) dá início ao Programa Sucessão Familiar, que tem por objetivo capacitar pais e filhos para que haja, quando necessário, a substituição da administração da propriedade rural da forma mais harmônica possível, garantindo tranquilidade na continuidade do negócio tanto para os proprietários quanto para os trabalhadores. "A propriedade rural é uma empresa, que tem administração, empregador e empregados. Essa capacitação irá informar duas gerações de famílias sobre modelos de gestão capazes de reduzir futuros conflitos", explica o presidente do Conselho Administrativo do Senar-MT e da Federação da Agricultura e pecuária de Mato Grosso (Famato), Rui Prado.

Segundo Prado, a longevidade das empresas rurais depende muito da preparação do sucessor que irá assumir a gestão. "Observa-se que em muitos casos a nova geração deixa o campo em busca de novas oportunidades em zonas urbanas, abandonando a propriedade", cita. "Em um estado como Mato Grosso, que é considerado o celeiro do mundo, a zona rural tem uma importância imensa e a continuidade dessa empresa rural precisa ser pensada para não termos problemas no futuro", destaca. "Esse inclusive foi um dos desafios apontados pelo ex-ministro da Agricultura, Alysson Paolinelli, durante o Ciclo de Palestras da Famato e Senar-MT realizado em Juara", lembra.

O programa, idealizado pela Famato, é composto por seis módulos e todas as aulas irão ocorrer na sede do Senar, em Cuiabá, tendo início no dia 24 de agosto. A turma é formada por 30 pessoas que representam 15 propriedades rurais, sendo duas de cada empresa rural, pai e filho, mãe e filho e até avô e neto. A formação de turmas está a cargo da Federação e o conteúdo será ministrado por professores da Universidade de São Paulo (USP).

No primeiro módulo a professora Josenice Blumenthal abordará em 12 horas o tema "A Família Empresária – Desafios da Sucessão", tratando do Processo Sucessório, Mediação de conflitos, Preparo dos herdeiros, Liderança, entre outros. O segundo módulo "Governança da Empresa Familiar: Desafios da Estrutura Societária e Gestão do Negócio", também de 12 horas, será ministrado pelos professores Luiz Marcatti e Cláudio Antonio Pinheiro Machado Filho, dentre os assuntos abordarão: A importância da governança para as empresas do agronegócio, Princípios de governança, Implementação da governança em empresas familiares, e Acordo de sócios e profissionalização da gestão: processos decisórios. "Desafio da Gestão Financeira em Empresas Familiares" será o foco do terceiro encontro, ministrado pelo Uriel Rotta (USP). Em 12 horas os participantes poderão ver temas como Análise de investimentos, Estratégias de diversificação: oportunidades e riscos, Alternativas de financiamento, entre outros.

Dando continuidade ao programa, os professores Tiago Fischer e Silvia Caleman irão tratar no quarto módulo da "Estratégia em Empresas Familiares", por meio dos temas: A importância do planejamento para as empresas rurais, Análise do ambiente externo: ameaças/oportunidades, Ambiente interno: pontos fortes/fracos e Ferramentas práticas de Gestão Estratégica. No quinto módulo o tema "Direito Societário na Empresa Familiar Rural", será ministrado pelo professor Gustavo Passareli em oito horas, com assuntos como o ambiente regulatório das empresas de capital aberto e fechado, o novo código civil e as implicações para as empresas do agronegócio, aspectos legais do processo sucessório, Direito da família: separação/divórcio/testamento e Lei de falências. No último encontro, ministrado pelo professor Ricardo Velloso, durante oito horas, a temática "Gestão Tributária e Contábil: Desafios da Empresa", será debatida por intermédio de pontos como planejamento tributário, Regimes contábeis, Gestão contábil da atividade agrícola, "Pejotação" da atividade rural - vantagens e desvantagens e o papel da controladoria.

O programa é sem custo para os participantes, tem 64 horas de carga horária e os critérios são ter mais de 18 anos e propriedade rural. Os interessados devem procurar a Famato pelo telefone 3928-4451 ou e-mail pollyana@famato.org.br.  


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Sem a vitrine da Copa como você vê a administração Mauro Mendes em Cuiabá

Ótima
Razoável
Deficitária
Um caos
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114