Cuiabá | MT 18/01/2022
Geral
Sexta, 03 de dezembro de 2021, 16h59

Festival Vambora promove ações culturais durante Parada do Orgulho LGBTQIA+


.

Patrocinado pela Secel, projeto será lançado neste sábado (04.12) com mais de 20 apresentações artísticas

Neste sábado (04.12), a partir das 16h, dentro da Parada do Orgulho LGBTQIA+, será lançado o Festival Vambora. A iniciativa levará mais de 20 apresentações artísticas ao evento cuja concentração começa na Praça Ipiranga e segue com destino à Praça das Bandeiras, em Cuiabá.

Promovido pela Associação Movimento Vambora, o Festival é patrocinado pela Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT) por meio de uma Emenda Parlamentar do Deputado Estadual Allan Kardec. Além de apresentações artísticas, seu objetivo é fortalecer a classe artística local, oferecendo capacitações que possam gerar ações culturais continuadas.

De acordo com Clóvis Arantes, fundador da Parada da Diversidade Sexual em Cuiabá, a parceria com o Festival Vambora está sendo fundamental na construção e garantia do sucesso da Parada.

"Para nós, do movimento, a junção é uma felicidade imensa, pois estávamos com todas as dificuldades do mundo pra conseguir apoio financeiro. Ele agregará um peso diferente à Parada, com os mais diferentes artistas, não sendo apenas a drag queen ou a pessoa gay, vamos expandir, com danças e apresentações das mais diversas", destaca.

Para a produtora cultural, Silvana Cordova, o lançamento é apenas o primeiro passo de um projeto que chega para mostrar de onde o Movimento Vambora surge.

"É importante frisar que, pela primeira vez, os artistas que estarão se apresentando na Parada receberão um cachê. Pois, comumente, eles se apresentam de forma gratuita em prol da causa. Então, estaremos reconhecendo, por exemplo, que a Drag Queen, em todo seu trabalho de construção artística, de estudo de personagem, deve ser inserida no movimento e no cenário artístico, já que ele surge para incluir", expõe Silvana.

A produtora cultural também explica que “a associação é resultado da junção do movimento de artes cênicas, movimento das mulheres, movimento negro, bem como o movimento LGBTQIA+, em defesa e construção de projetos, unindo os diversos segmentos das artes”.

A partir de janeiro, o projeto irá oferecer capacitações para empreendedores da música, comunidade LGBTQIA+ e toda a classe artística, auxiliando-os na questão das redes sociais e de criação de portifólio. As ações abrangerão também apresentações artísticas e a Mostra de Cururu, que é um movimento da cultura popular. 




Busca



Enquete

Mesmo com a pandemia você acha que o setor de saúde pública...

Melhorou muito
Não melhorou nada
Está excelente
Não sei opinar
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114