Artigos

Operação Carne Fraca: consequências
José Otávio Menten
Sabendo por edital
Gisela Simona Viana de Souza
Dia Mundial do Rim
Paiva Neto
Perfil do emprego em Mato Grosso
Maurício Munhoz Ferraz
Doença do beijo
Ernani Caporossi
» mais
Né !
Quarta, 06 de junho de 2012, 07h56

Mauro, o retorno

Manchete de Ontem: 

Com o título “Após deixar Saúde, Maluf agora deseja presidir a AL”, o jornal A Gazeta de 15 de janeiro de 2008 trazia reportagem informando do desejo do deputado estadual Guilherme Maluf em ocupar o cargo mais cobiçado da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. Ele se posicionou contra a forma de direção da casa, defendendo a rotatividade e contra a reeleição para cargos presidencialista em qualquer esfera do Poder Público. Maluf se elegeu em 2006, tomou posse em fevereiro e logo em seguida licenciou-se para assumir a secretaria de Saúde de Cuiabá – onde permaneceu por apenas 10 meses. 
 

É bem isso ai mesmo a principal via comercial de Várzea Grande. Calçada tomada por placas de sinalização, degraus na calçada e comerciantes que não se prezam em ao menos dar melhor aparência aos seus estabelecimentos, sempre exigindo o máximo do Poder Público. 

Começa oficialmente a partir de segunda-feira, dia 11, a  bajulação por parte de quem pretende ser eleito ou reeleito a um cargo - vereador ou prefeito - para as eleições de 2012. Antes, amanhã, dia 7, é o prazo para desincompatibilização de quem ocupa cargos no governo, nas prefeituras, autarquias e outros setores públicos. Com excessão do Poder Judiciário.

A candidatura do empresário Mauro Mendes (PSB) - que desponta na preferência das pesquias reflete certamente um sentimento de angustia do cidadão cuiabano. 

Quem votou em Mauro na primeira campanha a prefeito de Cuiabá, ainda pelo PR, tem a sensação de que algo de bom poderia ter sido feito por Cuiabá. Quem não votou em Mauro e preferiu Wilson Santos, se arrepende amarguradamente e, por isso, desta vez poderia provar da sensação de experimentar o novo. Dai, certamente o resultado das pesquisas.

Um por Dia: 
Não é o empregador quem paga os salários, mas o cliente. 
Henry Ford

Piada Pronta:

Dois anjos conversando:
– Como será o tempo amanhã? – Acabo de ouvir na rádio que vai ficar o dia todo nublado.

– Que bom! Assim a gente vai ter lugar pra sentar!

 

Busca



Enquete

O que esperar do governo Pedro Taques em 2017

Vai sobreviver
Não vai sobreviver
Retomará a condução política
Segue o mandato indiferente
Não é problema meu
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114