» mais
Né !

Instituto distribui mais de 5 mil kits de material escolar

Sábado, 02 de fevereiro de 2019

 

O Instituto MRV, organização sem fins lucrativos criada pela MRV Engenharia, realizou em janeiro mais uma edição do “Seu filho, Nosso futuro”.

O projeto, que tem o objetivo de contribuir com a educação dos filhos dos colaboradores da construtora, distribuiu mais de 5.000 kits escolares. Crianças entre 6 e 14 anos receberam mochila, cadernos, lápis, estojo, régua, apontador, borracha, entre outros itens.

 

“Acreditamos que a educação é a base para a transformação social, por isso focamos em ações e projetos que facilite e incentive o aprendizado. Sabemos que o material escolar compromete muito do orçamento familiar no início de cada ano. Diante disso, buscamos colaborar de alguma maneira com pais e com o futuro dos filhos”, destacou Raphael Lafetá, diretor do Instituto MRV.

Planejando eventos em Nova Mutum

Sábado, 02 de fevereiro de 2019

A Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo está fazendo o levantamento dos eventos que são promovidos por entidades organizadas em Nova Mutum, visando a publicação de um decreto que normatiza os eventos oficias do município.

Essa ação é realizada desde 2017 pela Secretaria de Indústria, Comércio e Turismo.

O Secretário da pasta, Jimmy Huppes destaca que as entidades organizadas devem manter contato com a Secretaria e informar a agenda de eventos previstos para 2019. "Na verdade as entidades podem passar essas agendas pessoalmente ou através do nosso telefone, 3308 5400 no ramal 5435 e falar com a nossa servidora Alexandra", argumenta.

A regulamentação é fundamental, uma vez que as principais programações do município também foram inseridas no calendário de eventos do Estado. "A Secretaria de Turismo do Estado tem seu calendário oficial, com todos os principais eventos que acontecem em Mato Grosso e com essa regulamentação conseguimos inserir nossos eventos neste calendário estadual", explica.

Pesares por Anderson Barros

Terça, 29 de janeiro de 2019

A Defensoria Pública de Mato Grosso emitiu nota de pesar pelo falecimento de Anderson Barros Pinheiro, irmão do defensor público Francisco Framarion Pinheiro Júnior, na data de segunda-feira, 28 de janeiro passado.

Anderson Barros Pinheiro


O corpo foi velado na Capela Jardins, na rua Manoel Ferreira
de Mendonça, 364, bairro Bandeirantes, Cuiabá. O velório prosseguiu até às 19h e, depois, o corpo foi cremado numa cerimônia íntima para os familiares.

"A Defensoria Pública de Mato Grosso presta suas sinceras condolências aos familiares e amigos" - conclui a nota.


Também emitiu nota a Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) lamentando o falecimento do advogado Anderson Barros Pinheiro.

"Em nome de toda a advocacia de Mato Grosso, a Diretoria da OAB-MT estende seu sentimento de pesar a familiares e amigos".

A informação não confirmada é que ele estava internado por conta de contaminação por feses de morcego. 

 

Bolsonaro: público e privado

Quarta, 23 de janeiro de 2019

Está dividida a opinião sobre o discurso do presidente Jair Bolsonaro em Davos perante a crítica (e jornalistas) internacionais. A situção refleta no Brasil onde muitos segurem o coro, sem levar em conta dois fatores.

Estrategista militar, Bolsonaro guardou no bolso pontos importantes para falar a quem de fato interessa. E, está se fazendo passar por vazio diante da platéia, para não provocar especulações e entregar 'o ouro' de seu planejamento de governo.

A grande questão é motivar e atingir a quem? Os investidores internacionais, certo!. E logicamente utilizou-se disso para abrir a boca no local certo e isso tem acontecido nas reuniões fechadas com o mercado econômico, através do ministro da Fazenda, Paulo Guedes e, de complemento e fechamento, reconstruir a imagem do País da corrupção com Sérgio Moro, da Justiça.

Ouviu na rádio...

Segunda, 21 de janeiro de 2019

Cidadão posta em um grupo de WhatsApp o que todos falam em rodas de bares, nos comércios e nos lares

.


Acabei de ouvir uma entrevista do
 presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Eduardo Botelho, na rádio.

Foi lhe feito uma pergunta se era razoável a Assembleia de Mato Grosso ter um orçamento anual igual ao município de Sinop, algo em torno de 450 milhões. Pra variar ele ensaboou e não respondeu.

Será que faz sentido a Assembleia ter um orçamento desses?

Tenho certeza que não!

É um tremendo absurdo!!

Quando esse povo vai cortar cortar gorduras e cortar na carne para reduzir despesas?

Será que nunca?

Que país é este?? 

Na verdade o ouvinte cidadão ouviu só uma parte. A Assembleia gasta em torno de R$ 800 milhões anuais. 

1 - 2 - 3 - 4 - 5

Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114