» mais
Comentar           Imprimir
Variedades
Quarta, 24 de novembro de 2010, 07h40

Carbono emitido pela Unimed Cuiabá se transforma em mudas


Plantio começa amanhã, na comunidade do Barranco Alto, em Santo Antônio do Leverger

Hoje (25/11), a partir das 8h30, começa o plantio de mudas para a neutralização de carbono emitido pela Unimed Cuiabá. A iniciativa contempla, inicialmente, a comunidade do Barranco Alto, em Santo Antônio do Leverger, a 35 km de Cuiabá. O Projeto Verde Rio, com o qual a Cooperativa contribui, é um dos maiores programas de recuperação de rios do mundo.

Por meio de reflorestamento, o Instituto Ação Verde, idealizador do projeto, neutraliza as emissões de carbono e recupera as matas ciliares dos principais rios de Mato Grosso. Com foco principal na manutenção da Área de Preservação Permanente (APP), a meta do Verde Rio é recuperar e preservar 100% das matas ciliares dos principais rios de Mato Grosso até 2020. O investimento feito pela Unimed Cuiabá possibilitará a plantação de 2.557 árvores às margens dos rios, desde as nascentes. O plantio neutralizará a emissão anual de 355 toneladas de gás carbônico pela Cooperativa.

A compensação total da emissão de carbono é uma iniciativa inédita entre as cooperativas da Unimed do Brasil. Segundo o presidente da Unimed Cuiabá, João Bosco de Almeida Duarte, a ação traz benefícios não só aos ecossistemas locais, mas também à população mato-grossense. “Os ribeirinhos são beneficiados com informações sobre conscientização ambiental e recompensados pelas plantações nas áreas de preservação permanente dentro de suas propriedades”, explica.

O projeto demonstra que, além de grande produtor de alimentos, Mato Grosso é um grande protetor da natureza. “É impossível não estarmos comprometidos com as questões que tratam da preservação do meio ambiente. Já temos uma boa ação em responsabilidade social, mas agora procuramos contribuir em projetos ambientais também”, ressalta a presidente do PróUnim, Maria Alice Thommen Pereira.

Ação Verde - Por meio de um sistema de monitoramento, o Instituto Ação Verde acompanha a quantidade de área plantada, número de espécies, área recuperada, além de outras informações sobre as mais de duas mil propriedades rurais cadastradas. Dividido em Pantanal, Amazônia e Cerrado, o Projeto Verde Rio respeita cada um dos três biomas de Mato Grosso, atendendo suas especificidades. Um estudo sobre a quantidade de carbono emitido por cada empresa estipula a quantidade de mudas necessárias para neutralizar esta produção.

“Primeiro, fizemos um levantamento do quanto de carbono os colaboradores e as operações da Cooperativa emitiam e depois, em parceria com o Instituto Ação Verde, optamos pelo reflorestamento das matas ciliares do Rio Cuiabá como forma de compensar essa emissão”, revela o vice-presidente do PróUnim e diretor executivo da Unimed Cuiabá, Paulo Brustolin.

Verde Rio Pantanal - O Rio Cuiabá foi definido como a primeira etapa do projeto “Verde Rio Pantanal”, que engloba os rios Cuiabá, Paraguai e São Lourenço. Principal fonte de água doce de Cuiabá e Várzea Grande, o rio possui cerca de dois mil hectares com necessidade de intervenção imediata. Para isso, o Instituto já implantou um viveiro e está realizando o plantio de mudas e prestando assistência técnica aos moradores. Só em 2009, foram plantadas 185 mil mudas com 62 espécies.

Serviço:

O que - Plantio de mudas de árvores

Quem - Unimed Cuiabá, em parceria com o Instituto Ação Verde

Quando - Amanhã (25/11), às 8h30

Onde - Comunidade do Barranco Alto, em Santo Antônio do Leverger, a 35 km de Cuiabá

Porque - O plantio é um meio de neutralizar carbono e recuperar as matas ciliares dos rios

 

 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Em quem você votaria hoje para prefeito de Cuiabá?

Pedro Taques
Blairo Maggi
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 98431-3114