» mais
Comentar           Imprimir
Política MT
Quinta, 17 de agosto de 2017, 17h01

Contadores buscam apoio de líder para ampliar diálogo com a Sefaz


Buscando ampliar o diálogo com a Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), representantes do Conselho Regional de Contabilidade de Mato Grosso (CRC -MT) recorreram ao líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Dilmar Dal’ Bosco (DEM). De acordo com a presidente do CRC, Sílvia Cavalcanti, a intenção é que o parlamentar atue como interlocutor da categoria junto ao órgão e avance nas propostas de mudanças nos serviços oferecidos pela Sefaz, objetivando a desburocratização e a celeridade nos processos.

Entre as principais demandas do setor estão a dispensa da obrigatoriedade da entrega física (impressa) dos livros fiscais escriturados pelo sistema eletrônico de processamento de dados AIDF-e, informatizando todo o processo dos contribuinte. Os contabilistas solicitam ainda a revisão do REFIS da dívida pública estadual no que diz respeito ao valor da parcela mínima, dificultando em muito a adesão das empresas não enquadradas no Simples Nacional, preferencialmente reduzindo a parcela para o montante de no máximo 10 UPF’s.

A presidente pontua que a burocracia tem imperado em todos os setores da Sefaz e a tecnologia da informação pouco tem auxiliado na eliminação das obrigações acessórias que ocupam boa parte do tempo de trabalho dos contadores. Ela esclarece que os problemas são recorrentes e que, por diversas vezes, o CRC apresentou os entraves da categoria à secretária de atendimento ao contribuinte da Sefaz-MT, Maria Célia de Oliveira Pereira. Um documento listando essas demandas foi protocolado no final de julho no próprio órgão.

“Já protocolamos pedidos, fizemos ofícios, conversamos com secretários, mas ainda nada foi resolvido. Precisamos de agilidade”, cobrou a presidentes ao afirmar que algumas situações dificultam os trabalhos dos profissionais da área contábil e consequentemente dos empresários.

O deputado estadual Dilmar Dal’ Bosco se mostrou empenhado em ajudar a categoria. Contou que já vem lutando por direitos que facilitem a vida dos empresários em processos envolvendo o Governo Estadual, como na obrigatoriedade de emissão de cupom fiscal e na limitação da cobrança de Taxas que onerem o setor.Ele se comprometeu em promover uma reunião com representantes da Sefaz e o CRC.

“Tenho consciência dos problemas enfrentados pela contadores e sou um defensor da desburocratização, da informatização. Acredito que é possível modernizar com garantias de segurança jurídica no processo, como já acontece em outros Estados. Vamos promover um encontro entre a cúpula da Sefaz e representantes do setor contábil onde verificaremos a situação de cada item apresentado pela e promovermos um alinhamento contábil”, vislumbrou.

Participaram também do encontro, o vice-presidente de Administração do CRC-MT, Manoel Lourenço de Amorim e Silva, a vice-presidente de Desenvolvimento Profissional do CRC-MT, Emillia de Oliveira Furlaneto, a conselheira do CRC-MT, Benedita Madaleno Costa, o presidente do Sincon, Deosdete Gonçalves da Silva e demais representantes do Sincon-MT. (Com informações da Assessoria do CRC) 


Comentar           Imprimir


Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114