» mais
Né !

Pra que serve a MT Gás?

Segunda, 29 de setembro de 2014

Perguntar não ofende, mas pra que serve a MT Gás, secretaria do Estado de Mato Grosso, que foi criada para gerir a implantação do gás boliviano por aqui.

Ao que se informa o responsável é o imortal Helny de Paula Campos, vereador de uma gestão por Cuiabá?

Febre do MT Gás custou muito dinheiro aos cofres do Estado.

R$ 3 milhões em espécie

Sexta, 26 de setembro de 2014

A Polícia Federal apreendeu, na manhã na quarta-feira (24), mais de 3 milhões de reais em dinheiro, e pouco mais 50 quilos de cocaína e uma pistola.

O fato ocorreu durante duas ações simultâneas realizadas na comunidade da Mangueira, no Rio de Janeiro, e no Salgueiro, São Gonçalo. Três homens foram presos.


Em época de eleições, certamente muita gente
já entrou em desespero contando com um ganho extra.

 

Por outro lado, em Cuiabá, a realização da 6ª Fase da Operação Ararath mexeu com os nervos de muita gente, principalmente políticos em campanha.

Mas a situação sobrou apenas para Gilmar Fabris, deputado estadual e candidato à reeleição, onde os policiais cumpriram mandados de busca e apreensão em seus escritórios e residências em Cuiabá e Ribeirão Preto (SP)

Teté turista

Segunda, 15 de setembro de 2014

Teté Bezerra, candidata a vice-governadora


O candidato a governador Pedro Taques (PDT) bateu duro na deputada Teté Bezerra (PMDB), candidata a vice na chapa de Ludio Cabral (PT), durante debate na Rádio Mix, hoje pela manhã.

Taques acusou Teté de ter abandonado o setor de turismo no estado quando ocupou o cargo de secretária de Estado de Turismo.

"Ela deixou de promover o turismo para praticar e fazer turismo pessoal" - afirmou o senador candidato ao governo.

Vale lembrar que Teté é mulher do cacique do PMDB, o deputado federal Carlos Bezerra.

Prefeito Cassadão !

Segunda, 08 de setembro de 2014

O prefeito de Alto Garças, Cezalpino Mendes Teixeira Júnior, conhecido como Júnior do Pitucha, começa a colecionar um título indigesto, mas muito esperado pelos eleitores: o de cassado.

Em menos de um mês, Júnior do Pitucha ganhou dois deles, com a importante atuação do Ministério Público da cidade que buscou frear o "gestor" que contratou 121 servidores sem concurso público. Depois contratou outros 60, já com concurso, porém espertamente após ter sido derrotado quando candidato à reeleição em 2008.

O MP tratou de cuidar das finanças do município de Alto Garças, observando que o ato de Pitucha era oportunista pois não cuidou para saber se o município teria ou não condição de endividamento para inchar a folha de pagamento.

Diante da situação, cidadãos de Alto Garças (leia-se contribuintes e eleitores) recorrerem as redes sociais para cobrar, denunciar e desabafar o estado de instabilidade que está tomando conta do município que tem, além do prefeito cassado por duas ocasiões, também o presidente da Câmara Municipal, João Rosa, por ato de improbidade administrativa. Ambos, ressalve-se, resistem nos cargos a custa de liminares.

Um dos moradores revoltados, e que por sinal havia ajudado Júnior do Pitucha deu um apelido aproriado para Júnior do Pitucha: 'O Cassadão".  A crítica seguiu de denúncias da existência de muitos buracos na avenida e da falta de limpeza da mesma via, onde foi realizado o desfile de 7 de Setembro. A preocupação  era que alguém se machucasse durante o desfile, principalmente o grupo da terceira idade.
 

Desfile de 7 de Setembro em Alto Garças: mato e muitos buracos na principal avenida da cidade.

Falha de Lúdio

Terça, 02 de setembro de 2014

O candidato ao governo de Mato Grosso pelo PMDB, Lúdio Cabral, pelo visto não agradou a platéia que lotou o auditorio do Cenarium Rural no evento Encontro Candidatos 2014.

Evento realizado pela Famato, Senar, Sindicatos Rurais e Imea (e com participação da Acrimat, Acrismat, Ampa, Aprosmat e Aprosoja)

.

 houve a grande participação de produtores de Mato Grosso, quando também participam Pedro Taques (PDT) e José Riva (PSD).

A coordenação do evento estabeleceu que haveria a explanação das idéias e propostas por parte dos candidatos ao Governo e ao Senado, nas respectivas chapas, em momentos separados.

O primeiro foi Pedro Taques e seu candidato ao Senado Rogério Salles (PSDB), seguido de José Riva e Rui Prado e, por último Lúdio Cabral e Welligton Fagundes (PR).

Em que pese tenha sido o último a falar (que seguia regra do sorteio) Lúdio falou para a platéia em tom de comício e citou provocações em relação a adversários - mais precisamente Pedro Taques.

Muitos que estavam presentes no Encontro fizeram cara de insatisfação e houve quem afirmasse que o candidato [Lúdio] estava no lugar errado. - Ele tá fora de eixo, comentou um representante de um sindicato do interior.

 

1 - 2 - 3 - 4 - 5

Busca



Enquete

Se a eleição para prefeito de Cuiabá fosse hoje você votaria em Silval Barbosa?

Sim
Não
Talvez
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114