» mais
Né !

Fora do ninho

Quarta, 29 de setembro de 2010

Um por Dia: "As injúrias são os argumentos daqueles que não têm razão."  François Fénelon

Desespero - A situação do PSDB em Mato Grosso é tão desgastante que muitos cabos eleitorais e até candidatos a deputados estão em desespero com a falta de dinheiro.
 
À caça - Semana passada o candidato do Nortão, de nome Dr. Paschoal, da região de Alta Floresta, estava em Cuiabá  á caça de qualquer coisa que o fizesse sobreviver. Pelo jeito, não conseguiu nada com o candidato oficial do partido, o ex-prefeito Wilson Santos (PSDB).
 
Fora do ninho - Paschoal não recebeu os recursos da campanha e com isso seu trabalho foi prejudicado na cidade e na região. Em suas andanças, passou pelo comite do candidato adversário, Silval Barbosa (PMDB).
 
 

E em Leverger...

Segunda, 27 de setembro de 2010

Um por Dia: "Devemos ter fé. Não existem esforços inúteis se empregados em prol do bem
comum." Getúlio Vargas

Bem ai - Enquanto a Justiça Eleitoral pula miúdo em Cuiabá e Várzea Grande para tentar coibir a compra de votos e a corrupção nestas eleições, bem aí, em Santo Antonio de Leverger, pelo visto já está tudo dominado.

Rotina - Na rota dos pesqueiros à margem esquerda do Rio Cuiabá, onde existem pelo menos uns 30 pequenos comércios, o assédio de candidatos é quase que rotina.

A dupla - Já quase no final da linha, a disputa corre entre Wilson Santos e Mauro Mendes, mas há quem garanta que o Mauro está mais firme. Mesmo para quem nunca sequer ouviu falar em seu nome, o empresário rei do ferro Mauro Mendes é a bola da vez, como sinônimo de solução para Mato Grosso.

Mensageiros - Isso é o que os ribeirinhos vislubram, já que o acesso a informação é prejudicado e casos como o fato de não pagar seus compromissos (o marqueteiro Léo e mais de R$ 1 milhão de um posto de gasolina), não afetam as promessas dos mensageiros do candidato na região.

Ria Dante, ria!

Sexta, 24 de setembro de 2010

Um por Dia:  "O que faz mal não é a mentira que passa pela mente, mas a que nela mergulha e se firma."  (Francis Bacon )
 

Perplexo - Quem esteve na Coletiva de Imprensa convocada pelo ex-prefeito de Cuiabá e candidato ao governo pelo PSDB, Wilson Santos, hoje às 13h30 no Hotel Mato Grosso, ao lado da prefeitura, ficou surpreso com o pretexto do propósito (?).

Boia - Em terceiro lugar nas pesquisas com 15%, porém lider em rejeição pela combalida e enganada população de Cuiabá, O candidato ao Governo tucano procurava um norte para dizer que, apesar da inanição, vai sobreviver.

O alvo - Encontrou, então, um "cristo" e resolveu acusar o jornal Folha do Estado de ter divulgado manchete inverídica e, pior, de não ter lhe dado espaço para defesa, na matéria com o título "União entre Wilson e Mauro pode levar tucanos a apoiar Sival".

Presente ! - Antenado e como bom editor, o jornalista Luiz Acosta estava presente juntamente com jornalistas de política do jornal e, ocupando seu justo direito de defesa, acabou por criar um cenário desnecessário para Wilson, o qual queria provar que  não havia sido procurado pelo jornal.

Menos ! - Com explicações e comprovadas tentativas de contato com o celular do candidato, chegou a haver o lançamento de um desafio, que seria trazer ao local o deputado estadual Guilherme Maluf (PSDB), um dos descontentes com o suposto acordão de Wilson e o rei do ferro Mauro Mendes.

Cargo - Ao lado de Júlio Campos e Jaime Campos, lideranças do DEM de Mato Grosso, Wilson fez, no mínimo, um papel ridículo, quando há quase 10 dias toda a imprensa já divulgava um suposto acordão.

Cardápio - Há de se lembrar, por exemplo, do almoço esta semana entre Jaime, Júlio e ninguém menos que Mauro Mendes, candidato do PSB ao governo e em segundo lugar nas pesquisas. 

Minha vez ! - Enfim, o saudoso Dante de Oliveira, que serviu de sombra por muitos anos para um privilegiado grupo - e inclui-se Wilson, certamente dá gargalhadas ao contemplar todo este cenário e, certamente descansará em paz.

por: Alberto Romeu

 

 

MP e a tartaruga

Quinta, 23 de setembro de 2010

Um por Dia: Sei que o dinheiro não é tudo...tem também o carro, a casa, a televisão...
(Pára-choques)

Qualix lá - A propina distribuída a políticos e autoridades pela empresa de limpeza pública Qualix, em Brasília, durante o último governo Roriz, era acondicionada em caixas de papelão usadas nos escritórios para arquivar papéis. O detalhe foi revelado pela ex-empregada doméstica Domingas (sobrenome omitido), 49, que trabalhava na casa da Qualix na QI 17 do Lago Sul. Cada caixa continha entre R$ 50 mil e R$ 100 mil e eram colocadas, para distribuição, em porta-malas de carros, destaca nota da coluna do jornalista Cláudio Humberto, de Brasília.

Qualix cá - Em Mato Grosso a Qualix manteve contrato com a prefeitura de Cuiabá na gestão do prefeito Wilson Santos, atual candidato a governador pelo PSDB, cujas licitações sempre não foram cristalinas como manda a lei e o bom senso.

 Gastos - Por falar em malas, ou melhor, caixas, bem que o Ministério Público poderia averiguar acertadamente como andam os gastos com os recursos de uma grande campanha de recapeamento que foi lançada pelo ex Wilson Santos.

Ironia - O pisero que alardeou o início das obras teve como palco ironicamente a rua que passa em frente ao apartamento do governador Blairo Maggi, onde homens e várias máquinas começaram a atuar corretamente.

Tartaruga - Ocorre que logo após, em meados de março deste ano, quando a prefeitura de Cuiabá assinou um convênio com o Governo do Estado no valor de R$ 36 milhões para recapeamento e tapa-buracos de ruas e avenidas de Cuiabá que o pique dos trabalhos praticamente desapareceu.

Lupa - Em alguns pontos da cidade o que se via, e raramente ainda se vê, é um trabalhador com um balde de piche, brita e um socador. Ah, também tem uma campanhas que a Secretaria de Infraestrutura anuncia, mas não especifica a fonte do dinheiro. Do resto, a cidade está do jeito que todos convivem. Inclusive o pessoal do MP. Ou não?

 

 

Maggi: outro arranhão

Quarta, 22 de setembro de 2010

Um por Dia: "A indiferença é a maneira mais polida de desprezar alguém" - Mário Quintana.

Outro arranhão - Uma bomba de efeito retardado já está devidamente embalada e certamente deverá estourar logo após as eleições de 3 de outubro. Ela tem em seu conteúdo nitroglicerina e vai atingir mais uma vez a imagem do ex-governador Blairo Maggi. E logicamente do atual e candidato a reeleição Silval Barbosa.

Na veia - A documentação, farta, já deve ter mais de 700 páginas e é rica em conteúdo de desvio de dinheiro e má aplicação dos recursos públicos. E o pior: envolve centenas de vidas.

Justiça - O deputado estadual Alexandre César (PT) tem hoje à noite reunião no bairro Morada do Ouro 2, em Cuiabá, onde será recebido por moradores que, além de ouvir seus projetos à reeleição, irão reforçar o agradecimento pela regularização dos imóveis da Cooperativa Habitacional Autônoma de Mato Grosso - Cohaut - 

Fôlego - A instituição, que ficou 15 anos falida, tomou fôlego após a eleição há 3 anos da diretoria presidida pelo advogado Jaime Rodrigues que conseguiu, nada menos, que regularizar a escritura da área, antes tida como perdida. Para isso, contabilizou milhagem de peregrinações pelos corredores do Palácio Paiaguás, PGE, prefeitura de Cuiabá e assessoramento jurídico.

Bom senso - Mas prevaleceu o bom senso e o direito ao cidadão e em meados de 2008 o então governador Blairo Maggi determinou uma auditoria e encaminhamento do processo a Procuradoria Geral do Estado, que - em dezembro de 2009, emitiu a escritura de propriedade para a Cohaut. .

Fogo amigo - E, por irracionalidade, quem mais trabalhava contra a esta conquista nesse período era o próprio Intermat - Instituto de Terras de Mato Grosso, através do seu presidente Afonso Dalberto que tentava impedir um direito líquido e certo de quase mil famílias que adquiriram com recursos particulares seus imóveis, como edículas, casas e apartamentos.

Ah...  - Tem até a história de uma igreja no meio da confusão...

O presente - Enfim, hoje, como um dos parlamentares que mais batalharam para que o processo andasse dentro da burocracia pública, Alexandre César mais uma vez receberá os cumprimentos dos moradores do Morada do Ouro 2. E, lógico, espera-se dos moradores e cooperados, o devido voto reconduzindo-lo a Assembléia Legislativa.

118 - 119 - 120 - 121 - 122

Busca



Enquete

Você defende que a ferrovia passe por Cuiabá?

Sim, pois incrementará a economia.
Não, pois não temos produtos em volume necessários.
Indiferente
Outro problema como o VLT
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114