Artigos

Afinal, a conduta pessoal importa ou não para a política?
Alzita Leão Ormond
Primavera
Gabriel Novis Neves
Cavalo arreado
Carlos Avalone
A difusão das intempéries no mundo !
Romildo Gonçalves
Retirante
Américo Corrêa
» mais
Né !

Interação

Quarta, 25 de outubro de 2006

Uma por dia: A ansiedade quase sempre impede o bom raciocínio.


Vitória
Cuiabá/MT – Jovens estudantes descobriram o sabor da vitória e a alegria de vencer desafios. Os ganhadores da I Jornada de Estudos de Casos da Pequena Empresa e da etapa estadual do Desafio Sebrae brilharam na noite de terça-feira, 24/10, no auditório dos Pássaros, no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá. A jornada é uma ação do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Estado de Mato Grosso (Sebrae/MT) com o objetivo de incrementar ainda mais o empreendedorismo juvenil, assim como acontece com o Desafio Sebrae que mobiliza milhares de estudantes do Brasil e do Mercosul.

Interação
O superintendente do Sebrae/MT, José Guilherme Barbosa Ribeiro, ressaltou a participação dos professores e dos empresários que abriram as portas de suas empresas e cederam seu tempo para que os alunos pudessem escrever os casos. Participaram 40 empresas de Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis e Cáceres.

Parcerias
Os vencedores da Jornada de Estudos, organizada em parceira com a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Centro Universitário Candido Rondon (Unirondon) e Conselho Regional de Administração do Estado de Mato Grosso (CRA/MT), são Débora Regina Diniz Soares (primeiro lugar), Karen Tatiane Major (segundo) e Ary Ângelo de Campos Toginho (terceiro).

Livro
Dos 97 alunos inscritos, 21 que passaram para a segunda etapa e as 10 melhores histórias estão reunidas no livro Estudos de Casos da Pequena Empresa, lançado na cerimônia de premiação e já a venda no Sebrae, a R$ 20,00

Legado
Segundo o coordenador da Unidade de Comunicação, Marketing e Cerimonial do Sebrae/MT, Tharley de Barros Teixeira, o livro é um legado que servirá como fonte de pesquisa nas universidades regionais e brasileiras, mudando a prática de estudos de casos americanos e europeus, que pouco têm a ver com a nossa realidade.


Muito Loucos
- A equipe vencedora foi a MtoLokos ou “muito loucos” como fazem questão de frisar seus integrantes Henrique Veras de Melo (Administração- UFMT), Marcus Venícius Moura Ferreira (Engenharia – UFMT), Danilo Cardoso da Silva (Administração – Unic), Robson Rodrigues das Neves (Análise de Sistemas – Unic) e Victor Hugo Pereira (Administração da UFMT).

Game
O Desafio Sebrae 2006 é um jogo virtual que simula situações de gerenciamento de uma empresa fictícia. A edição brasileira 2006 teve 3.679 equipes inscritas e um total de 58.947 estudantes. De Mato Grosso foram 1.546 inscritos, 342 equipes.

Palestra
- Antes da cerimônia de premiação, o consultor do Desafio Sebrae e do Empretec, Ricardo Fernandes, fez a palestra Desafios do Empreendedorismo, lembrando que no Brasil existem 14 milhões de empreendedores. Ressaltou, no entanto, o fato do brasileiro empreender mais por necessidade do que por oportunidade. Ele enfatiza que o empreendedor busca se desafiar todo o tempo e onde os outros vêm problema, vê oportunidades. “Querer, todos querem, mas os empreendedores conseguem realizar”.

Simulador
Segundo ele, o Desafio Sebrae é o maior game business (jogo de negócios) do mundo. “É um simulador de vôo”, compara. De acordo com pesquisa apresentada por ele, 82% dos jogadores do Desafio consideram a atividade empresarial como opção de carreira e 6,24% já são empresários.

Onde ?
Simplesmente desapareceram os soldados que vigiavam o Parque Mãe Bonifácia. Quem caminha pelas trilhas tem feita a observação.

Surpresa

Terça, 24 de outubro de 2006

Uma por dia: A ansiedade quase sempre impede o bom raciocínio.


Fora
Não tem sido possível acessar a página da internet constando os números da arrecadação do Fethab - Fundo Estadual de Transporte e Habitação, no site oficial do Governo de Mato Grosso.


Em branco
Hoje durante toda a manhã aparecia apenas uma página em branco, sem os números demostrativos da arrecadação.

Fora
Passada a derrota logo no primeiro turno, o senador Antero Paes de Barros simplesmente desapareceu do cenário. Por conta, vem os ruralistas poderosos criticar o apoio de Blairo Maggi a candidatura Lula.

Boa
Justa a decisão da Justiça Eleitoral em proibir a utilização da imagem de uma mão, sem um dos dedos, como símbolo do voto contrário a candidatura Lula. Que é de mal gosto, isso é.

Música
O prefeito de Várzea Grande, Murilo Domingos, leva sua administração no mais verdadeiro estilo da música Tocando em Frente. Chega a estar corretíssimo na terra de tantas futricas e disputas por poderes.

Realidade
Por falar em Várzea Grande e com a vitória eleitoral de conhecidos nomes que sempre vislumbraram a prefeitura local, há de se perguntar quem vem ai pela frente ambicioso pela cadeira de Murilo Domingos.

Quem ?
Seria a hora de Claudio Marajá? Maurinho da Skol? Maria Erotides?

Surpresa
Não há de se esquecer um detalhe interessantíssimo: Missias, o homem que sempre esteve junto com Murílo Domingos e que na última eleição lançou-se candidato a deputado federal. Não foi eleito, mas mostrou que existe.

r.o.d.a.p.é
A Associação Comercial e Empresarial de Cuiabá lança a mais prática oportunidade ao empresário para consultas de dados de clientes, através do uso de celular. Boa medida para os pequenos e micro quem não têm internet.

... e andando

Quarta, 06 de setembro de 2006

Uma por dia: Às vezes, prefiro que determinados amigos fossem velados inimigos - A. Romeu Pereira

No páreo
Uma feijoada no final da semana passada reuniu centenas de pessoas pela candidatura de Alexandre Cesar a deputado estadual.

Indiferença
Mas o que menos chamou a atenção foi a ausência total da candidata a governadora Serys Marli, envolta nas denúncias de sanguessugas.

... e andando!
E Alexandre vai tocando seu barco, abandonado pela mandatária maior do partido em Mato Grosso.

LTDA.
Aliás, dono de partido em Mato Grosso é coisa séria. O PMDB tem o cacique Carlos Bezerra e o PT a rainha Serys. E pelos Campos, lógico, o PFL.

Frio?
O frio presente em Cuiabá nos últimos dias não afastou dos bares seus tradicionais clientes e também agregou mais gente. Ontem, a Av. Getúlio Vargas - a via botequeira de Cuiabá - estava com ares de fim de semana.

r.o.d.a.p.é
O consumidor do escaldado do Supermercados Modelo precisa ficar atento: quem comprou o produto ontem jura que tinha gosto de frango assado, o tradicional caldo da culinária cuiabana. E a suspeita é obvia: podem estar usando no preparo os fragos assados que não são vendidos no dia. Se tiver acontecendo, é muito feio.

Perigo

Sexta, 01 de setembro de 2006

Uma por dia: Por que cometer erros antigos se há tantos erros novos a escolher?
(Bertrand Russel)

Destaque
Comentário interessante - e oportuno - ontem no Clube do Jacaré: Mato Grosso está na mídia. Tem os dois melhores goleiros nacionais, tem dois senadores dos sanguessugas e também o mentor das sanguessugas.

Eu existo!
Falando em Clube do Jacaré a entidade ainda resiste, nestes quase 18 anos de criação.

Quem vai
Participam homens de negócios, responsáveis, profissionais liberais e sobreviventes dos tempos pós-crises políticas e financeiras.

Perigo I
O prefeito Murilo Domingos precisa, urgentemente, iluminar a travessa que dá acesso a av. da Feb, para quem trafega na av. Ulisses Pompeu de Campos, ao lado do Posto Zero Km.

Perigo II
A escuridão é tamanha que o motorista corre sério risco de morte ao esperar o semáforo abrir.

Perigo III
Aliás, é importante se questionar, por qual razão não se fez a travessa na rua atrás do posto. Que é mais larga, mais distante do trevo e, portanto, o melhor local. Engenheiros....

r.o.d.a.p.é
Não faz muito tempo, quem convivia com o hoje deputado estadual Sérgio Ricardo ainda se lembra da sua velha kombi, que utilizava para trabalhar. Os tempos mudaram bastante, mas seria o bastante para tanto crescimento financeiro???

Dono do mundo

Quarta, 30 de agosto de 2006

Uma por dia: Na prática, a teoria é bem mais difícil.

Abandonados
Grande parte dos noventa e dois associados do PA Quilombo, região da comunidade João Carro, do Lago da Usina do Manso, em Chapada dos Guimarães, está indignada com a falta de assistência por parte entidade criada para atendimento dos moradores.

Privativo
Segundo muitos, a estrutura da associação vem sendo utilizada indevidamente, atendendo pessoas alheias ao programa de assentamento, inclusive gerando faturamento que, porém, não chegaria aos cofres da associação.

Personagem
O problema estaria instalado na conduta do motorista e tratorista conhecido como Paulão que utiliza um caminhão Mercedes Benz e um trator da entidade como de propriedade particular, e atenderia ricos que moram na região.

Dono do mundo
Paulo Brabo, como passou a ser chamado, recebeu o apelido por não aceitar reclamações dos assentados sobre a utilização dos equipamentos e também por não prestar contas financeiras. Ele está na função há quatro anos.

Omisso
Moradores também se queixam da omissão do presidente do PA Quilombo, o Marião, que não gerencia a instituição corretamente.

Inútil
Segundo os moradores, plantadeira, roçadeira, calcareadeira e beneficiadora de arroz estão sem utilização por parte dos associados. Sem assistência, os moradores deixam de produzir e os equipamentos se tornam obsoletos.

Por fora
Dos trabalhos extras de Paulo Brabo estaria fretes de mudanças da cidade de Chapada dos Guimarães para Cuiabá. Chapada está distante quase 80 km do PA Quilombo, com quase 60 km de estrada de terra.

Destino
Também constam dos reclames o gradeamento de 12 hectares de terra para um morador (não assentado) ao custo de R$ 80 a hora, num total de 40 horas. O total de R$ 3.200,00 não teria entrado no caixa da entidade.

Engessado
A extensão do estrago causado pela má administração da entidade está prejudicando a implantação de ações do Sebrae (como o projeto tanque-rede) e investimentos por parte do Banco do Brasil, com suas linhas de financiamento. Desorientados, muitos dos assentados perderam o estímulo pela produção, o que seria um projeto de Furnas como meio de sobrevivência da população ribeirinha do então Rio Manso.

Por fim
Com a palavra, Furnas, Ministério Público e os próprios dirigentes do PA Quilombo.

r.o.d.a.p.é
A decisão da Assembléia Legislativa de Mato Grosso em oferecer assistência jurídica à população carente prova que o Poder Judiciário - via Tribunal de Justiça - não está cumprindo o seu papel. De, pelo menos, cobrar do Governo a implantação de Defensorias Públicas, como manda a lei.

118 - 119 - 120 - 121 - 122

Busca



Enquete

Se a eleição para prefeito de Cuiabá fosse hoje você votaria em Silval Barbosa?

Sim
Não
Talvez
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114