» mais
Né !

Posse

Segunda, 18 de dezembro de 2006

Uma por dia: Continue. O sol começa a brilhar mesmo atrás das nuvens.

Posse
- Será realizada no dia 20 de dezembro, a posse do novo Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso. O atual presidente da OAB/MT, Francisco Faiad, foi reeleito para o triênio 2007/2009. A solenidade está agendada para as 16h30, na sede da Ordem e contará com a presença do presidente do Conselho Federal da OAB, Roberto Busato e do secretário-geral da OAB nacional e futuro presidente do Conselho Federal, César Brito.


Volume
“Estamos conclamando os advogados para que participem deste ato que visa acima de tudo, reforçar às nossas metas e ações no próximo mandato”, disse Faiad.

Números
Ao todo, tomarão posse 51 advogados componentes da Chapa 01: Em Defesa da Advocacia, encabeçada por Francisco Faiad. São 26 conselheiros titulares, 13 conselheiros suplentes, três conselheiros federais, dois suplentes, cinco membros da Caixa de Assistência dos Advogados e dois suplentes.

Resultado
A eleição para composição do Conselho Seccional da OAB/MT foi realizada em 31 municípios do Estado, no dia 17 de novembro. Faiad venceu as eleições contra o advogado Paulo Taques por diferença de 919 votos. Em Cuiabá, o maior colégio eleitoral, Faiad obteve 1.324 votos, enquanto Paulo Taques aglutinou 962. Dos 4.378 advogados aptos à votação compareceram às urnas 3.658 advogados. Em todo o Estado, Faiad obteve 2.277 votos contra 1.359 dados a Paulo Taques.

Promessas
Francisco Faiad disse que não medirá esforços para cumprir as promessas de campanha e citou como prioridade a criação do sistema de transporte gratuito para os advogados e estagiários no Complexo Judiciário do Estado: o Leva e Traz; o início do funcionamento da OABCredi; a criação do programa Primeiro Computador, pelo qual a OAB irá financiar equipamentos eletrônicos para escritório de advogados em início de carreira; a criação do escritório Modelo para ser utilizado por advogados em início de carreira e advogados em trânsito; a criação da Procuradoria da OAB e escalonar a anuidade cobrada dos advogados.

r.o.d.a.p.é
Está por demais de bonita a decoração do Shopping Três Américas, em Cuiabá. Simplesmente fascinante, o que está tornando o local muito movimentado e agradável. Parabéns pela criatividade e espírito natalino.

Entrave

Sexta, 01 de dezembro de 2006

Uma por dia: Que adianta dizer ser justo aquele que defende apenas o seu lado.

Problema

Igual

Boa hora

Sem jogada

Prioridade

Entrave

r.o.d.a.p.é

Pensando

Domingo, 26 de novembro de 2006

Uma por dia: Às vezes, de birra, criamos um problema que pode ser resolvido numa conversa.

Na frente

O primeiro

A chapa

Relações públicas

Transparência

Interiorização

Concurso

Pensando

com O Documento.

Números

Sexta, 24 de novembro de 2006

Uma por dia: Não há intenção maldosa em determinada ação. Mas o direito, verdadeiro, se buscado, precisa ser reparado. É justo!

Tudo junto

Economia

Pouco

Números

Números

Tudo junto

Defesa

Quarta, 22 de novembro de 2006

Uma por dia: Não há intenção maldosa em determinada ação. Mas o direito, verdadeiro, se buscado, precisa ser reparado.

No foco
O Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat) autarquia responsável pela execução da política fundiária do Estado está prestes a ser extinto. Mensagem do governo (emenda constitucional) tramitando na Assembléia Legislativa, como meta da reforma administrativa e enxugamento da máquina, aponta para este fim. Funcionários de carreira do órgão temem esta decisão e buscam conter a medida.

Apelos
Na tentativa de revogar a proposta do Governo um grupo de funcionários de carreira do Intermat recorreu ao deputado José Riva (PP) na manhã desta terça-feira (21/11) e protocolaram documento contendo a reivindicação.

Em risco
- Os cerca de 40 servidores lutam pela manutenção pedindo que o Instituto não seja extinto. Eles alegam que as ações empreendidas pelo órgão (como questões fundiárias) não serão compatíveis com a futura pasta a qual será incorporado, como versa a proposta do governo.

Defesa
O deputado Riva disse que fará a defesa da valorização do servidor, mas que não se apegará a questão de nome. “Essa lei vai ser exaustivamente debatida. Só aceito a votação se me provarem que o servidor não perde. Não vamos aceitar regredir”, afiançou.

118 - 119 - 120 - 121 - 122

Busca



Enquete

Sem a vitrine da Copa como você vê a administração Mauro Mendes em Cuiabá

Ótima
Razoável
Deficitária
Um caos
  Resultado
Facebook Twitter Google+ RSS
Logo_azado

Plantão News.com.br - 2009 Todos os Direitos Reservados

email:redacao@plantaonews.com.br / Fone: (65) 8431-3114